quinta-feira, 16 de julho de 2009

Gostei do que vi


FC Porto 3 - Leixões 1
Estádio Municipal de Aveiro
Árbitro: José Rodrigues

Nuno (Beto 50), Fucile (Rolando 45), Nuno André Coelho, Maicon (Bruno Alves 45), Cissokho (Álvaro Pereira 45), Fernando (Guarín 45), Tomás Costa, Belluschi (Raul Meireles 45), Mariano, Varela (Benítez 62) e Hulk.
Treinador: Jesualdo Ferreira
Golos: 20' Belluschi, 48' Raul Meireles, 81' Faioli (g.p.), 88' Mariano

Para começar devo dizer que gostei do que vi, mais pela primeira parte do que própriamente pela segunda,pois os da primeira , estavam mais rotinados, que os da segunda, sendo estes últimos internacionas e terem começado a pré-época mais tarde.
Gostei em particular do Hulk, pois, mas sobre este já não é de esperar outra coisa,senão o que ele fez e nos vem habituando a ver. Tirando o "homem verde",
Belluschi e Varela, criaram-me àgua na boca,estou ansioso para os ver jogar, penso que como primeiro jogo estiveram muito bem. Pena foi o relvado estar daquela maneira.
Nuno André Coelho e Maicon, acusaram um bocado o nervoso de jogar num clube como o Porto, mas ainda assim com um saldo positivo.
Álvaro Pereira, penso que melhor a atacar do que a defender, mas vamos ter tempo para o ver.
Beto, pouco chamado a intervir, e quando foi ,fez o que lhe competia,sobre este acho que todo nós sabemos o valor dele.
Em relação aos restantes o mesmo de sempre, á excepção do Guarin que não me convence nadinha, ou seja que é ao que nos tem habituado.
P.S Espero que os árbitros no sejam todos como este

1 comentário:

  1. Para primeiro jogo não foi mau, face à escassez de tempo de preparação.

    Algumas notas sobre os novos:

    Beto mostrou-se confiante, prometendo luta pela titularidade.

    Nuno André Coelho esteve mais participativo que Maicon, mostrando qualidades.

    Álvaro Pereira defendeu mal mas atacou muito bem. Mostrou velocidade, inteligência, decisão e visão na colocação da bola.

    Belluschi compensa a sua estatura média com arte e técnica pouco comuns. Mostrou argumentos para se tornar rapidamente o patrão do meio campo. Jogador ofensivo, apareceu várias vezes desmarcado em posição de facturar. Aproveitou a primeira ocasião com classe e serenidade, falhando uma segunda por uma questão de... estatura.

    Silvestre Varela não esteve feliz. Sentiu grandes dificuldades com o terreno escorregadio, ainda assim foi um avançado irrequieto que deu que fazer à defesa contrária.

    Sobre os Tetracampeões:

    Fucile pareceu-me pouco atento. Deixou o seu adversário directo muito solto, permitindo algum caudal ofensivo pelo seu lado. Ainda não se encontra bem fisicamente, o que até é natural.

    Bruno Alves esteve à Bruno. Imperial e a meter na ordem alguns excessos matosinhenses.

    Cissokho esteve brilhante e a jogar assim é evidente que só podia ter pretendentes. Ao que parece o Lyon vai mesmo dar os 15 milhões. Tenho pena pelo lado desportivo mas reconheço a oportunidade financeira.

    Hulk continua incrível... enquanto o permitirem claro! A corja de apitadores já estudaram bem a lição e até neste tipo de jogos não conseguem disfarçar. Está visto que vai ser sempre assim, a sofrer faltas, a levar forte e feio e...nada! Ou melhor, falta ao contrário!

    Em conclusão, continua a haver matéria prima para continuarmos a ambicionar títulos.

    Um abraço

    ResponderEliminar